Acessibilidade Apracs

Client
Condomínio Apracs
Year
2012
Program
Acessibilidade
Status
2013 | 2014
Scale
São Paulo | SP

João Artacho Jurado foi um empresário que se destacou principalmente pelas construções de edifícios habitacionais entre as décadas de 50 e 60. Suas obras caracterizam-se por uma linguagem diferenciada de sua época, composta por adornos nas fachadas, apartamentos amplos e áreas de convívio inusitadas até então como salão de festas, piscinas, solários, grandes saguões, entre outras. E dentro de sua produção, inclui-se o edifício Apracs.

Recentemente, foi detectado um problema de mobilidade para as pessoas de necessidades especiais: a necessidade de vencer os desníveis da circulação social do pavimento térreo. A solução para ultrapassar esta barreira atendendo as solicitações da norma é a criação de uma rampa, implantada ao lado desta circulação sobre uma estreita faixa do jardim na área descoberta.

Pensando na preservação dos valores de sua arquitetura, desde o início buscou-se contrapor propositalmente. O resultado exalta o que existe hoje através da simplicidade. A nova rampa é implantada de forma que os espaços sofram alterações que não comprometam a composição criada por Artacho. Visam resolver a questão da acessibilidade de forma neutra.

A rampa foi projetada como um objeto de volumetria simples, porém construtivamente sofisticada. O desenho surgiu de um adorno existente, uma faixa estreita que percorre por toda a parede do gradil voltado para o jardim. Ela é como um elemento que “sai” deste adorno para tomar forma. E a combinação entre a estrutura metálica e vidro laminado garantem personalidade, além de facilidade na execução e evitam a obstrução do guarda-corpo existente, não comprometendo sua leitura. Já a cor preta foi escolhida em virtude do guarda-corpo existente e da melhor composição com o entorno.


Fotos


Perspectivas


Diagramas


Desenhos